Maratonas pelo Mundo #1

Bruno Claro | 2015-09-11

Adoro viajar e adoro correr maratonas. Quando posso juntar as duas coisas tudo fica ainda mais especial. Felizmente tive a sorte de já ter corrido algumas maratonas internacionais, não tantas como as que gostaria ter feito, mas tenho a certeza que muitas mais virão.

Percebi que ao longo dos tempos este desejo de viajar e correr maratonas não era só meu e tinha à minha volta muitas pessoas que gostariam de o fazer mas que nunca o fizeram por um ou outro motivo. Ao longo dos próximos posts sobre o tema vou tentar criar um guia, não só do evento, mas com a minha opinião pessoal sobre tudo o que rodeia a maratona, desde valores médios de refeição, voos, hotéis , características do evento, o que fazer, etc . Vou tentar criar um "guia turístico de maratona" para ajudar aqueles que gostariam de o fazer, ou na expectativa de ajudar aqueles que já têm a sua viagem marcada.

A primeira paragem é Berlim. Como não consegui dorsal através do sorteio optei por comprar o pack (viagem + estadia + dorsal) através de uma agência. O preço é um pouco mais caro, mas temos a vantagem de não termos de nos preocupar com nada. A viagem + estadia custou cerca de 800 euros + dorsal que comprado através de uma agência custa 140 / 150 euros (+ aluguer do chip  que custa 12 euros). 

O hotel oferecido era muito moderno, ficava numa rua muito movimentada, com um grande espaço comercial e de restauração e ficava muito perto da partida/ chegada. Aliás, quando fizerem uma maratona e tenham de dormir nessa cidade, tentem ficar o mais próximo possível da chegada, porque depois de 42195 metros a correr, cada passo a mais em direção ao Hotel pode ser uma pequena tortura. Já agora, se o hotel não tiver elevador tentem ficar nos pisos de baixo, porque subir e descer escadas nos dias seguintes pode ser um autêntico pesadelo.

Mas voltando à viagem, chegando a Berlim a viagem de autocarro até ao centro da cidade é relativamente rápida, aproximadamente 30 minutos. Eu fiquei em Friedrichstrasse, estava muito central e a partida/ chegada eram apenas a 1km. A cidade tem uma boa rede de metro, apesar de ter muitas linhas não é difícil entender, aliás o metro é a forma mais rápida e cómoda de ir à feira da maratona.

A feira da maratona é um mundo! Não são um nem dois mas sim quatro pavilhões gigantescos (a feira está situada num antigo aeroporto de Berlim e cada hangar é um espaço com expositores)! Para quem gosta de ver as ultimas novidades, encontrar marcas que nunca chegaram a Portugal e tiver tempo para aproveitar todas as ofertas deve de passar uma tarde inteira na feira, e acreditem que é pouco tempo, apetece ficar muito mais.

O levantamento do dorsal é extremamente rápido, apesar das filas, são algumas centenas de voluntários a fazer as entregas, mas claro que é preferível não deixarem isso para o fim. Para quem gosta de trazer recordações relacionadas com o evento, preparem-se pois todas as marcas e principalmente a adidas têm muitas ofertas de equipamentos e ténis personalizados para a maratona. Nota, a t-shirt do evento é paga custa cerca de 25 euros se não a comprarem logo com o dorsal (há essa opção no acto de inscrição). 

No sábado de manhã, existe a breakfast run e para mim, se querem viver a festa da maratona, não devem de perder esse evento. Milhares de corredores juntam-se para correrem 6 km, o percurso é agradável, animado com musica e terminamos a correr no estádio Olímpico de Berlim. Depois temos uma mega festa, com muita comida, bebidas, dj's e principalmente muito convívio entre os corredores. É um evento que pode ocupar a manhã toda. Ah e há bolas de Berlim! Mas não é com recheio de doce de ovos, lá é tudo à base da compota, eu não gostei.

À tarde aproveitem parar ir passear um pouco e conhecer cidade. Não se preocupem que é quase tudo plano... o grande problema é que as avenidas são gigantescas. Existem pontos que não podem perder: o famoso muro, as portas de Branderburg (passam por lá a correr na maratona), a torre da televisão e, para mim, o mais fantástico e gratuito, o parlamento alemão (temos uma vista privilegiada sobre a cidade), para visitar o parlamento apesar de ser gratuito é preciso marcar aqui. Eu fui ver ao fim do dia e adorei o pôr do sol e as luzes da cidade.

Ao contrário do que esperava, comer em Berlim pode não ser caro. Existe muita oferta e nos centros comerciais temos menus com preços iguais a Portugal. Não devem sair de lá sem provar as salsichas, apesar de não ser o meu prato favorito, não há como experimentar. Consegue-se facilmente uma refeição entre os 7 e os 10 euros. A oferta de cerveja é muito alargada, temos para todos os gostos e sabores. Nas bebidas é que notei uma grande diferença de preço e de tamanho, lá é tudo de 0,5 litros para cima! 

No dia da maratona é tudo bem organizado, mas mesmo assim devem chegar cedo pois após passarem o 1º controlo até chegarem à vossa caixa de partida podem demorar ainda 10 a 20 minutos a andar. Sim, é gigantesco o local de partida, são cerca de 40000 pessoas juntas para fazer uma maratona. A partida pode ser demorada se estiverem numa caixa de tempo mais atrás, porque a caixa seguinte só parte depois do último atleta da caixa anterior passar a partida. No ano em que estive houve uma diferença de quase 50 minutos entre a primeira e a última partida. A maratona começa numa avenida gigantesca, rodeada de pessoas a apoiar-te. É uma prova muito urbana, passamos sempre dentro da cidade, o que para mim é uma grande vantagem pois o público é constante ao longo do percurso. Nunca vi tanta gente a apoiar num evento, são às centenas de um lado e de outro da estrada, muitos cartazes, música, aplausos, gritos pelo teu nome e principalmente muitas palmas. Berlim é uma cidade que te faz sentir especial, naquele dia tu és um herói, aquelas pessoas estão ali para ajudar-te a cumprir o sonho, até hoje nunca conheci uma cidade que vivesse tanto uma maratona. A prova tem muitos estrangeiros a apoiar, ao longo do percurso são muitas as bandeiras de países que vês e principalmente muitos grupos de corrida que viajam para juntos viverem aquele momento. Para quem gosta de correr esta é uma maratona a não perder.

A prova é totalmente plana, sem vento. Os abastecimentos são uma constante e em Setembro a temperatura é muito agradável. Tudo isto e se depois juntares o apoio do público tens todas as condições para te superares e bateres o teu record. Esta maratona tem uma particularidade, tal como os atletas de elite os amadores podem levar os seus abastecimentos, entregas à organização no dia do evento, colocando nas tuas garrafas o teu nº de dorsal e nos abastecimentos que indicaste lá terás a tua garrafa à tua espera em cima de uma mesa.

Aproveita esta grande festa e sorri quando chegares às portas de Branderburg, porque ai só faltam 400 metros para a tua glória.

Para quem faz esta prova, eu digo sempre que não podem vir embora de Berlim sem ir à festa da maratona no domingo à noite! Apesar de as forças e o cansaço reinar sobre os participantes é um momento único de convívio. É um evento que reúne os corredores e os vencedores da prova, sim os primeiros classificados são "obrigados" a conviver com os atletas de pelotão. Durante a festa vão passando as fotos e vídeos do evento, para além de muita animação e música. Essa pode ser a vossa oportunidade de tirarem fotos ou de falar com um possível recordista do mundo.

Fazendo um pequeno resumo do que devem saber:

Preço de dorsal: 98 euros (se for por uma agência 140/150 euros)

Camisola da maratona: 25 euros

Viagem: Conseguem avião numa low cost por valores entre os 100 e os 150 euros

Hotel: Os preços variam muito, mas é possível encontrar hotel de 3 e 4 * perto da meta a 150 euros a noite em quarto duplo

Metro: Bilhete de um dia 6,90 euros

Refeições: Nos centros comerciais é possível ter refeições bem servidas e com qualidade entre os 7 e os 10 euros

Clima: Perfeito para correr a maratona com a temperatura durante o dia entre os 15 e os 20 graus, à noite as temperaturas baixam um pouco até aos 9 graus e é aconselhado o uso de casaco 

Avaliação da maratona:

Percurso: 4.5 (Em termos de condições para correr e bater record do mundo o trajeto é perfeito, mas para mim falta alguma beleza apesar de passarmos em muitos pontos turísticos da cidade e corremos muito junto ao rio)

Abastecimentos: 4.5 (Com 40 000 pessoas é difícil dar abastecimento, apesar das centenas de metros com voluntários às vezes fica uma grande confusão naquela zona)

Apoio do público: 5 (Nunca vi nada igual, às vezes nem sentia que estava a correr simplesmente me deslocava ao som dos aplausos)

Feira do corredor: 5 (Gigantesca, com muitas ofertas e principalmente com uma variedade impressionante. Nota-se que as marcas apostam forte em se fazerem notar neste evento)

Medalha: 4 (Continuo a achar que as da Rock n' Roll Marathon são as medalhas mais bonitas)

Saco de ofertas: 4, (Tem lá tudo para correr a maratona: Gel, gomas , bolachas...)


Esta é a maratona que todos deviam fazer uma vez na vida, das Majors Marathons talvez seja a que fica mais barata para nós em termos de viagem e é a que vende o dorsal mais barato, em algumas das outras Major Marathons (Nova Iorque, Chicago, Boston, Tóquio e Londres) o dorsal chega a ser 2 ou 3 vezes mais caro.

Eu se pudesse estaria lá todos os anos!

Boa Maratona!

Correr Lisboa

Pista Professor Moniz Pereira, Rua João Amaral - Lisboa

  • geral@correrlisboa.com

Circuito dos Parques de Lisboa

Informações sobre inscrições/ classificações / parcerias

  • inscricao@circuitodosparques.com

Parcerias

Informações sobre parcerias / divulgação de corridas

  • geral@correrlisboa.com
Topo